Dez sugestões de atividades para vocês e as crianças aproveitarem o ar livre, seja no quintal de casa, no parque da cidade ou na praia. Confira:

I - Chá da tarde com os brinquedos preferidos
No caso das meninas, é fácil pensar em reunir as bonecas ou os bichos de pelúcia em torno de uma mesa improvisada ao ar livre, com xícaras, pratinhos e alguns quitutes de mentirinha (podem ser de verdade também!) e imaginar um encontro com todos os amigos reunidos, se servindo de chá e biscoitos e colocando as novidades em dia. No caso dos meninos, o encontro pode reunir os bonecos prediletos, como Homem Aranha, Wolverine, Batman, Shrek, Gato de Botas etc. Incentivem as crianças a imaginar o que seus personagens favoritos diriam, quais suas comidas prediletas e o que eles conversariam em volta da mesa de refeições.

II - Bolhas de sabão gigantes
Anotem a receita para fazer bolhas enormes: um copo de água, um copo de detergente e meio copo de xarope de milho. Além disso, vocês vão precisar de uma bacia bem larga para colocar a mistura e também de um cabide de arame, que terá de ser entortado até formar um círculo. Ensinem as crianças a mergulhar o aro no líquido. Depois, com cuidado e segurando o aro pelo lado de fora, é preciso levantar um pouco o aro para ver se há um filme de sabão em seu interior. Aí, é hora de puxar o aro para cima e, ao mesmo tempo, andar para trás para formar um longo tubo de bolha. Por fim, é só girar o arco para fechar a bolha e soltá-la. No começo, é preciso de um pouco de treino, mas as crianças aprendem rápido e o resultado são bolhas incríveis! Vocês também vão adorar soltar bolhas por aí!

III - Piquenique caprichado no parque
É legal envolver a família toda desde os preparativos. Decidam juntos o cardápio e, se for possível, preparem um bolo, montem os sanduíches e inventem sucos diferentes, misturando as frutas da estação. Desafiem as crianças para pensar se não está faltando nada para o piquenique. Exemplos: perguntem onde vão tomar o suco, onde vão apoiar o bolo e assim por diante. Depois é só diversão e comilança! Se tiverem uma toalha xadrez para dar o clima, melhor ainda!

IV - Se não tem praia nem piscina, vale uma bacia!
É só enchê-la de água, colocá-la no quintal de casa ou na varanda do apartamento e deixar as crianças darem banho nos seus bonecos ou fazê-los mergulhar no oceano, em uma importante missão aquática. Dá também para se divertir construindo barquinhos de papel que irão enfrentar mares agitados e muitas aventuras. A brincadeira vai, claro, deixar os participantes molhados, mas o bom é que estamos no verão e o tempo é de férias. Depois de alguns minutos, é só trocar a roupa dos pequenos para que eles não fiquem resfriados e passar um pano para "enxugar" a bagunça.

V - Pintura ao ar livre
Além de pincéis de diferentes espessuras, usem rolinhos, esponjas e os dedos também para brincar com as tintas. Além de ser uma delícia, a atividade exercita a capacidade de expressão dos pequenos. Lembrem-se de usar roupas velhas e usar tintas atóxicas. Aproveitem para ensinar como é possível obter as cores secundárias (laranja, roxo e verde) a partir das primárias (azul, amarelo e vermelho) e acompanhem o olhar de encanto e descoberta dos seus filhos. Deixem a imaginação rolar solta e, depois, deixem as pinturas secarem ao ar livre. Tirem fotos e guardem o momento colorido para sempre.

VI - Casinhas para pequenos moradores
Fadas, gnomos e outras criaturas que vivem na natureza fazem parte de muitas histórias e do imaginário infantil. Depois de lerem uma livro juntos, no qual esses personagens aparecem, que tal construir uma pequena casinha para essas criaturas a partir de galhos, folhas, flores e cola branca? Juntem o material que encontrarem e desfrutem o tempo juntos contruindo as singelas moradias. Expliquem às crianças que vocês deixarão as casinhas prontas e que as criaturas mágicas só aparecerão quando nenhum humano estiver por perto porque são muito tímidas, mas que elas ficarão muito felizes com o presente.

VII - Missão: exploradores
Em um parque, a ideia é imaginar que vocês são um time de exploradores que precisa encontrar uma lista de tesouros secretos: um certo tipo de folha, flores de certas cores, pedrinhas de tamanhos variados e assim por diante. Lembrem-se de que os tesouros devem ser achados no chão, nunca arrancados. Para que todos entrem no clima da brincadeira, cada um pode usar um boné e levar uma mochila. Na do seu filho, coloque uma garrafinha de água, uma lupa ou binóculo (se tiverem em casa). Se estiverem passando as férias na praia, os tesouros podem ser tipos de conchinhas variadas.

VIII - Toque especial
No parque ou na praia, sem que seu filho veja, reúna vários itens num um saco plástico: conchas, folhas variadas, galhos, pedras, pétalas e também tampinha de garrafa, palito de sorvete, caneta e outras coisas que tiverem disponíveis. Peçam a ele que feche os olhos e tente adivinhar cada item pelo tato. Depois é a vez de ele separar alguns itens, com a ajuda do pai ou da mãe, e é a sua vez de entrar na brincadeira e tentar adivinhar cada item.

IX - Bola na parede
Todo mundo tem uma bola em casa e ela pode garantir muitas horas de diversão. Uma sugestão de brincadeira é jogar a bola na parede do quintal ou da área de lazer, dizendo frases e fazendo gestos, sem derrubar a bola. As frases são as seguintes: Primeiro! (a bola é jogada), Seu lugar! (jogar a bola sem tirar os pés do lugar), Sem rir!, Com um pé!, Com o outro!, Com uma mão!, Com a outra!, Pirueta!, Bate-palmas!, Mãos na cintura!, Braço cruzado!, Mão na nuca! e finalmente Ponto final! Aproveitem que a família está reunida e entrem na brincadeira também. Vejam como cada um se sai na brincadeira e aproveitem as risadas desse momento de convivência.

X - Para que tem um cão de estimação
Os cães adoram brincar de procurar seus donos. Quando tiverem a oportunidade de levá-lo para passear em um parque, combinem de se esconder atrás de uma árvore ou de um banco, por exemplo, e assim que ele achar vocês, corram para abraçá-lo. Vai ser uma grande farra! Aproveitem também para escovar os pelos do amigo de estimação com uma escova apropriada. O animal costuma adorar o gesto e a família toda aproveita o momento de lazer para validar os laços de amor e carinho!


Revista Crescer
Cristiane Yamazato

CONTATOS

Renata Duque
(31) 9637-0252
trakinagemrecreacaoinfantil@gmail.com